Recordações de maio

Eu acho o mês de maio um mês muito bonito, apesar de ser o mês do meu inferno astral.É o mês que meu irmão nasceu, que minha prima linda Rosamaria nasceu, mês da mães, é o mês que me casei, enfim, é um mês com datas muito importantes na minha vida.
Sou geminiana, faço aniversário em 11 de junho e geralmente, contrariando todo o ceticismo do mundo, os dias que antecendem meu aniversário costumam ser bem difíceis. Espero que esse ano eu passe por eles sem muito drama.
Mas o fato é que maio traz muito boas recordações pra mim, especialmente da minha infância.
Maio é o mês Mariano, mês de Maria, mãe de Jesus e minha família por ser bastante católica, sempre acompanhou as novenas feitas para Nossa Senhora. Desde os primeiros dias do mês, a igreja organizava o roteiro de acordo com as famílias que queriam receber a imagem da santa e a comunidade da igreja para fazer as orações.
Gente era uma festa. Muita gente acompanhava o cortejo, inclusive nós, as crianças. Íamos cantando músicas como a ladainha, ave-maria, hosana (quem é católico das antigas como eu conhece todas essas cantigas).
Parávamos de casa em casa, não eram tantas casas por noite, a mais esperada era a última casa, onde a santa "dormiria". Nessas casas sempre eram servidos petiscos como bolos e sucos. As mais "abastadas" serviam chocolate quente e salgadinhos. Era uma delícia.
A parte chata, pra mim que era criança, era rezar o terço. Achava monótono, repetitivo, queria logo cantar e comer as guloseimas ( Nossa Senhora que me perdoe!). A única parte da oração que eu gostava era quando dizia "Oh Maria concebida sem pecado". Geralmente era uma pessoa só que dizia essa frase e as outras respondiam dizendo "Rogai por nós que recorremos a vós". Eu claro adorava dizer a primeira frase pros outros responderem e ficava atenta pra não perder a chance.
Eu também escrevia em casa a minha intenção ( uma oração que fazíamos individualmente em pedido a alguma graça) e sempre eu lia a minha durante as novenas. Era uma maneira de participar, de ser notada, coisa de criança saliente, como eu era. Minha mãe ficava cheia de orgulho, uma graça!!
Tá certo que as vezes eu ia meio que obrigada pela mamys, mas hoje quando lembro de tudo isso, lembro com muita saudade.
Boa parte das crianças de hoje não sabem como é isso, como é viver esses momentos de fé, de oração. Não sei se elas estão melhores ou piores assim, mas sei que a minha infância foi mais feliz porque tive momentos como esse e os compartilhava com minha família e meus amigos.
Desejo que esse mês seja de muita luz, alegrias, comemorações e zero traumas. Pra todos nós!!
Bejocas!

3 comentários:

Dona Karen disse...
3 de maio de 2010 19:34

Dani, tambem tenho boas lembranças do mes de maio!
Eu por exemplo estudei em colegio de freiras( leia-se São Vicente de PAULO) E coroação a nossa senhora era meu forte!!!
Pra mim todas as musicas que falam de Maria são especiais e as melhores.eNFIM...
Minha vontade de ser mãe cresce a cada dia..meu tempo com Wesly(já tem 10 anos) propicia mais ainda essa vontade!!mas tudo a seu tempo!
Bjos querida!

Ich, Hausfrau disse...
4 de maio de 2010 08:13

Oi Dani. Conheci seu blog através do 'dona de casa inconformada'. Acho que a maioria das pessoas tem recordações dessa época né... pena que quando a gente cresce, deixamos essas tradições um pouco de lado... mas eu adorava a parte da comilança... criança é fogo! Abs.

Karina disse...
4 de maio de 2010 08:33

É verdade, né...Eu meio que também fazia as coisas por obrigação, mas hoje em dia lembro com saudade daquela época de seguir essas tradições da Igreja...Muito bom mesmo. Beijão

Volver al inicio Volver arriba A Louca da Casa. Theme ligneous by pure-essence.net. Bloggerized by Chica Blogger.