Meu irmão é muito querido.

Quando eu tinha 5 anos meu irmão nasceu. Antes dele eu reinava absoluta no bem querer da minha mãe e da minha família toda.
E veio ele, aquela bolinha de carne, toda gostosa. Mas eu não via ele assim. Do alto dos meus cinco anos, eu via ele como um inimigo, que chegava pra conquistar um teritório que era só meu.
Entre brigas, puxões de cabelo, mordidas, tapas nas costas e onde mais pegasse, nós crescemos e o que era raiva, medo de ser deixada de lado, insegurança, se tornou entre nós um amor cúmplice como deve ser o de irmãos-amigos que somos.
Nem todos os meus amigos sabem que tenho um irmão. Nossas vidas são tão diferentes e nossa relação é tão nossa que prefiro resgardar.Ele é evangélico, como minha mãe diz, protestante. E ele é daqueles chatos, se ele pode ele te evangeliza na mesa do bar. Eu sou critã católica relapsa, que num faz culto aos domingos e que não lê a bíblia por não achá-la confiável ( Deus tenha piedade de mim).
Mas mesmo assim, com um abismo entre nós, que podia nos separar, nós somos unidos. E quando a gente consegue se encontrar é tão bom. A gente se abraça, se beija, faz questão de dizer que se ama e conversa sobre a vida, menos sobre religião, pq aí vira monólogo, eu pra cá e ele pra lá.
Ontem foi aniversário dele e em meio a tantos amigos e a família toda eu pude dizer a ele na presença de diversas testemunhas o quando eu o amo e sinto orgulho do homem que ele se tornou e vem se tornando a cada dia.
Saúde pra ele e tudo de maravilhoso que a vida tem pra dar!!!


"Se o mundo for desabar
sobre a sua cama
E o medo se aconchegar
sob o seu lençol
E se você sem dormir
tremer ao nascer do sol
Escute a voz de quem ama
ela chega aí
Você pode estar
tristíssimo no seu quarto
Que eu sempre terei
meu jeito de consolar
É só ter alma de ouvir,
e coração de escutar
E nunca me farto
do uníssono com a vida
Eu sou, sou sua sabiá
Não importa
onde for vou te catar
Te vou cantar te vou
te vou te vou te vou
Eu sou, sou sua sabiá
O que eu tenho eu te dou
E tenho a dar
Só tenho a voz cantar,
cantar, cantar, cantar"


Sou seu sabiá - não sei quem é o compositor, mas sempre ouço com a Marisa Monte.

6 comentários:

Karina disse...
1 de junho de 2010 09:36

Ai que linda essa relação de vcs...Minha mãe tem 8 irmãos contando com ela então são nove filhos, e metade é católico fervoroso e a outra é evangélica, tem um tio que é até pastor...Todos se dão mega bem, minha mãe é super católica, inclusive é secretária da igreja e esse meu tio pastor é super apegado a ela, a chama de "irmãe"...
PS:Dá pra ver que faz tempo que vc não vai a igreja, culto só na evagélica, o certo é missa na católica :D bjão

Dani M. disse...
2 de junho de 2010 07:57

kkk, também não é pra tanto karina. Eu sei que é missa, falei culto no sentido genérico,de cultuar, fazer o ritual, saca?
Bjus querida. Adorei a visita!!

Dona Karen disse...
3 de junho de 2010 06:02

Dani querida,
To com medo de um dia a gente se ver na rua e não se reconhecer sabia! Temos tantas afinidades, e quando leio teus coments la no meu blog parece que somos amigas de infância...quando vi a musica de Marisa para definir teu sentimento em relação ao teu irmão..pensei que amor sincero, preocupado...Minha relação como minha irmã tambem é assim,´ela é uma parte de mim, e agora cê ja sabe que somos 3: eu, ela e CATARINA...ENFIM a música da Marisa é perfeita pra definir isso....

bjos querida!!!

Márcia disse...
6 de junho de 2010 12:51

Oi Dani, fico feliz que as diferencas entre voce e o seu Mano sejam pequenas diante do amor e do respeito que um tem pelo outro!
Familia e um bem sagrado, e acredito que seja assim em qualquer religiao!
Felicidades!
Beijos
Marcia

Sergio Brandão disse...
20 de junho de 2010 20:11

Bonita declaração de amor! Também tenho um irmão, oito anos mais novo, que também é bem diferente de mim: apesar da mesma visão sobre religião e dos mesmos princípios éticos, temos um dia-a-dia muito diferente e estágios de vida bem distantes! Eu hoje casado, com filho, já trabalhando há muuuito tempo e, ele, namorando, recém empossado num concurso como primeiro emprego e estudando como louco para outros exames... Mas, como você e seu brother, nutrimos um respeito grande recíproco e, com certeza, temos muito amor também! Felicidades pra vocês! Bjs.

Luíza Diener disse...
22 de junho de 2010 08:14

que lindo!
parabéns por ter esse irmão!!

Volver al inicio Volver arriba A Louca da Casa. Theme ligneous by pure-essence.net. Bloggerized by Chica Blogger.