Happy Papito!!!

Domingo é dia dos papis!!! E eu vou passar o dia com o meu, lógico!!!

Mas nem sempre minha relação com meu pai foi das melhores. Eu sou quase adotada né? Meu pai na verdade é meu avô, pai da minha mãe, que assumiu minha educação e tudo mais desde que eu era bem pequena. O meu pai biológico caiu no mundo e só Deus sabe dele. A última notícia que tive dele foi de que ele mora em São Paulo e teve mais dois filhos além de mim. Porém não mora com nenhum deles e pelo que entendi não é um pai presente para eles assim como não foi pra mim.

Estranho isso de saber que tenho irmãos que não conheço e que talvez nem saibam que eu existo.

Mas sim, voltando a história do meu pai de verdade, nossa relação muitas vezes não existia. Ele era o cara que me mandava estudar, pagava minha escola, me alimentava, comprava minhas roupas, essas coisas digamos burocráticas. Nossa diferença de idade também era um fator que nos afastava. Tudo que pra mim era normal, que fazia parte da minha geração, pra ele podia ser uma coisa absurda, digna de castigo ou surra mas ele nunca me deu uma surra. Já deu uns tapas, nos momentos de raiva bruta, culpa de nós dois. Eu já fui a típica adolescente revoltada, confesso! E ele me achava arrogante e atrevida, daí sobrou uns tapas pra mim umas duas ou três vezes no máximo.

Mas a media que fui crescendo, adquirindo humildade e observando mais que falando, nossa relação começou a existir de fato e hoje somos muito mais próximos, amigos, eu diria. Melhorou ainda mais depois que casei e fui morar na minha própria casa.

Meu pai é um homem admirável, digno, honesto, companheiro e querido demais.

Hoje a gente consegue sentar só nós dois, conversar, perguntar sobre a vida do outro. Adoro ficar coçando a cabeça dele, abraçar e brigar pra ele se cuidar mais.
Isso tudo porque eu tenho um medo pavoroso do dia em que ele não estiver mais aqui.
E eu não quero ser daquelas pessoas que quando perde é que vai pensar no que poderia ter feito com e para quem ama.

Por isso domingo eu quero curtir muito meu pai. Dar beijo, abraço, presente e tudo mais que ele merece. Porque eu amo ele muito demais e ele merece o melhor de mim.

Feliz dia dos pais a todos os pais e aos filhos também. Que seja um dia comemorado e que se prolongue pelos outros dias que ficarem juntos. Que ficarmos juntos.

Espero não demorar muito para poder desejar feliz dia dos pais pro meu marido também.

Bejocas!!!

4 comentários:

Dona Karen disse...
7 de agosto de 2010 04:33

Dani,

a vida é ciclo lindo e completo, cheia de bençãos, e poucas pessoas conseguem percebê-las e ser agradecidas por essas bençãos.
E você é assim!
Tanto que ama seu pai-avô, e quer que seu marido seja pai ,e essa figura do pai apesar de sua história de vida,tem referencias carinhosas em você.
Agora me diz se você não é uma pessoa linda e abençoada?
Bjos querida e feliz Dia dos pais!!!

Alberto Júnior disse...
8 de agosto de 2010 07:35

Certa vez me questionei: "e se meu pai não foi aquele homem de caráter, o pai-herói que a gente acredita ser e briga por isso?", aí hoje eu me dei conta de que foi ele quem nos deu o maior presente que é a vida e que sempre se esforçou por nos oferecer o que podia ter de melhor, sempre do seu jeito. E esse pai pode ser o pai, o avô, o tio... enfim, como disse Karen, é a referência.

Pais piscianos são distraídos mas são ótimos. Apressa logo esse menino, cuida! Beijo

Bruna disse...
9 de agosto de 2010 12:37

Oii querida!!!

O inportante mesmo é aquele pai que está ali presente, nos educando e brigando com a gente de vez em quando^^

Feliz dia dos pais atrazado pro seu avô... ele deve ser um fofo

beijos
;**

Ich, Hausfrau disse...
11 de agosto de 2010 08:24

oiê... relacionamento é algo delicado né... todo mundo tem seus contratempos com os pais... o importante é que vc se são super bem hoje, se amam e se respeitam! bjo

Volver al inicio Volver arriba A Louca da Casa. Theme ligneous by pure-essence.net. Bloggerized by Chica Blogger.