"O meu amor tem um jeito manso que é só seu..."

Hoje recebi de uma amiga um texto que falava sobre o amor desejado e o amor que recebemos.
Às vezes são coisas bem diferentes.

E o diferente pode ser muito bom, acredite!

Eu mesma tinha uma idéia completamente diferente do que seria um amor de verdade, de quem seria o amor da minha vida.

Quando conheci Patrick estava ficando curada de uma grande desilusão amorosa por alguém que eu achava que seria o amor da minha vida.

Quantos enganos!

Foi convivendo com Patrick que eu percebi o que é amor verdadeiro. Digo, entre homem e mulher. Entre família, eu já sabia como era. Apesar dos pegas com a minha família, das nossas diferenças gritantes, eles souberam me mostrar esse amor. O de homem e mulher aprendi nesses 5 anos de relacionamento.

Na minha cabeça romântica e sonhadora o amor ideal tinha que gostar das mesmas coisas que eu, amar as mesmas músicas que eu, tinha que ser músico, artista. Tinha que ser sensível, aberto a outras possibilidades de vida, de afeto. Tinha que fazer tudo por mim, escrever poesia, se declarar no meio da rua, trazer presentes minuciosamente pensados e calculados para me agradar, tinha que saber e gostar de dançar...e aí tem uma lista enorme de coisas.

Mas aí chegou o Patrick. Sério, antisocial, meio homofóbico, coisa que repudio( é, digo meio, porque ele não tem amigos gays, nem levanta bandeiras, mas aceita e respeita os meus e ainda gosta de alguns deles, hehehe...). Ele é ouvinte de metal. Ouvinte só não, pesquisador, conhece as bandas, sabe diferenciar os estilos, compra cds e camisas, vai aos shows. Não é músico, mas pelo menos sabe tocar algumas coisas na bateria. Coisas que só ele aguenta ouvir mas ele sabe tocar um instrumento. Isso já conta. Ele não sabe dançar nada nadinha...nem dois pra lá, dois pra cá. Ele jamais escreveu uma poesia pra mim, nem se declarou em público. Estamos prestes a nos casar e ele ainda não me pediu em casamento ( diz que não precisa, que já somos casados).

E aí quem tá lendo isso aqui pode perguntar: tá, mas afinal de contas, por que ele é o amor da sua vida?

E eu respondo: Simples, ele sabe me amar!

Ele faz tudo o que pode por mim. Ele é generoso, ele se doa pra mim. Ele me traz para realidade, mas não em impede de sonhar. Ele até sonha comigo.

E ele não exige nada de mim, não quer que eu mude nada. Ele só me ama e pronto, do jeitinho que eu sou. Ele me faz feliz, me dá tranquilidade.

E nós ainda somos amigos. Entre a gente não tem joguinhos, não tem vinganças, não tem meias palavras. Ele me faz sentir vontade de fazer coisas por ele, coisas que eu não faria por mais ninguém. E ele quer ter filhos comigo. Isso é lindo de verdade.

Esse é o nosso amor, pra gente funciona assim. Pra nós é perfeito!

Então sempre que eu vejo outros amores, que não se encaixam nos moldes sonhados e desejados, mas que não deixam de ser perfeitos, eu fico pensando o quanto de tempo as pessoas perdem esperando por um amor que já tem , só não sabem reconhecer.

Tem gente que não sabe ser amado.
Mas sempre é tempo de aprender. Não tô falando de conformismo, tô falando de se ligar!!!!

Sacou?!?!?!

Uma ótima semana.

Bejocas com muito amor!

p.s: O feriadão foi muito bommmm, me deixou cheia de carinho e afeto, com o coração pulsando de amor e paz! Ai, ai... quero outro já, hehehehehe...

10 comentários:

Du disse...
13 de abril de 2009 11:20

"Tem gente que não sabe ser amado"...
..chorei aqui!
Falou tudo Dani, tudo mesmo!!!


O feriado foi tranquilo, mais parado que água de poço, mas o meu coração estava em paz e é só isto o que importa para mim no momento!

Beijos e uma ótima semana pra você!

Luca disse...
13 de abril de 2009 15:19

Lembra da vez em que eu tava assim, cheia de dúvidas, querendo que o meu amor fosse o homem da minha vida, sem sê-lo?

Tu me falou coisas do tipo, falou do teu homem, do teu amor, da tua vida...

Naquele tempo, joguei tudo pro alto. E hoje estou aqui, toda abobalhada, orgulhosa das palavras SÁBIAS e APAIXONADAS da minha amiga e contente pela escolha que fiz.

Confesso que ainda não cheguei ao auge do contentamento, mas falta bem pouco...hoje eu já consigo ser amada. Hoje estou vivendo o momento mais leve e alegre, desde que comecei a ser amada, sete meses atrás. E estou prontissima para viver o amor da minha vida, com o meu homem daqui a três meses. \o/

Beijos, amiga.

Amo tu

Dani M. disse...
14 de abril de 2009 04:41

Minhas lindas, escrevi de coração.
Du, sei muito superficialmente pelo qeu vc está passando e com certeza vc conhece um casod e alguém que não sabe ser amado. Vc vai superar isso viu? Um beijo bem grandão!
Lucaaaaaa, minha linda, tb tenho muito orgulho de vc está se permitindo viver, amar, ser amada. Que lindoooo!! Adorooo!! Precisamos conversar neam?
To saindo 17h. Passa aqui essa semana. Um cheiroooooo!!!

Su disse...
14 de abril de 2009 07:09

Dani, que coisa mais linda!!!! ^^
Sabe, em pouco tempo que nos conhecemos, eu de cara descobrir que vc é uma dessas pessoas que merece todo esse amor! E acho tão lindo vc escrever e mostrar o que é o amor, como se ama e como vive amando. Fórmulas tão simples, mas que vc nos ensina com todo carinho!!
Lindo demais!!!

- enxugando as lágrimas -

meu feriado foi perfeito tbm!! Ain, quero mais um desses... hahahahaha...

Beijos, Linda!!!
Tá tudo bem por aqui sim!!

Dani M. disse...
14 de abril de 2009 09:38

ô Su, eu que fico emocionada aqui com os comentários lindos que vcs deixam. Imagina eu, vc a du e a luca juntas, meus deus, 4 mantegas derretidas. Tinha que fazer muita pipoca, muito chocolate quente e muitos flminhos do tipo "letra e música" pra gente. kkkkk...
Beijos lindaaa!!

Du disse...
14 de abril de 2009 10:18

Ah, eu quero ir pro Maranhão!!! \o/

Quem sabe um dia...

Dani, dá uma olhada lá na caixinha de recados da Luca?

Beijo

Laís Carvalhêdo disse...
14 de abril de 2009 11:36

Amar é sempre mistério.Cada uma tem seu modo e seu tempo e nos cativa qdo menos esperamos...

Ler aki,me faz sorrir...
adoro-te Dani...

MoizaCARTUNS disse...
14 de abril de 2009 12:03

Poizé, Dani. Uma simples lei do magnetismo que se aplica em nossas vidas, né? Os opostos se atraem :-)

Ahh... o tal jornal que publica minhas tirinhas é o IMPARCIAL??? Se for, temos um contratinho verbal, saca? Hehehehe

Abraços o/

Anônimo disse...
4 de maio de 2009 12:06

Que lindo Dani!!!! Que sorte!!!
Amei o texto... ele tem uma verdade que só podia ter sido trazida por alguém como você!
Beijo!

Luana Martins

Volver al inicio Volver arriba A Louca da Casa. Theme ligneous by pure-essence.net. Bloggerized by Chica Blogger.