São as mulheres, oba!

Muitas vezes ouvi as pessoas dizendo que "a mulher é a vida de um lar", "mulher é quem cuida da casa", "a mulher é quem dá um toque especial a um lar" e blá blá blá... eu pensava " ah, balela!". Por que a mulher? Por que sempre a mulher tem que ser responsável pela casa? Por que não o homem?
Meu feminismo se revoltava dentro de mim!
Eu achava (e ainda acho) que o homem é tão responsávle pelo bem estar de uma família quanto a mulher. Que ele também é responsável pela organização da casa, pelo bom funcionamento de tudo, pelo cuidado e harmonia do lar. E quando eu soube que Patrick era o filho mais velho de uma família só de homens e que ele ajudava a mãe dele em casa fiquei saltitante. Pensei: É esse! Ele vai me ajudar em tudo e ainda vai cozinhar pra mim. Lindo!.
Ele fez a maior propaganda de si mesmo quando percebeu que o fato dele ser um homem prendado era um super estimulante para que nossa relação desse certo.
Claro que sim minha gente. Euzinha aqui, ao contrário do que ele dizia ser( é, depois eu descobri que era só papo), nunca tinha entrado em uma cozinha pra cozinhar nada. Nem pra lavar a louca. Varrer e arrumar? só o meu quarto mesmo e uma vez na semana. Lavar roupa me deixava de extremo mal humor. Acabava com meu dia. Portanto encontrar um homem que soubesse fazer isso tudo, e que fazia com naturalidade, era a certeza de ter encontrado o meu príncipe encantado.
Mas aí... quando comecei a frequentar a casa dele e ele me preparou um almoço, todo meu sonho foi por água abaixo. O arroz ficou meio cru, o feijão salgado e a carne cheia de gordura. Foi triste. Me senti traída. Mas não deixei me abalar. Fiz ele perceber que teria paciência para esperar ele a aprender de fato tudo isso.
Hoje lá em casa ele continua não cozinhando muito bem. Enquanto que eu que nunca fiz nadinha parece que tenho um dom natural para cuidar de casa ( kkkkk, ela se acha, tadinha...).
Ele lava a louça, cuida da roupa suja, se precisar passa, arruma, varre até melhor que eu.
Mas tenho que admitir que quando estou por lá, quando estou a frente da organização da casa, fica tudo mais caprichado. E eu sou responsável por controlar as contas, fazer os cálculos, lembrar os dias dos pagamentos. Além disso, tenho que estar sempre pronta a ouvir, aconselhar, felicitar, elogiar, puxar orelha. É, já estou estimulando meu instinto materno.
Não é brinquedo não meu bem. Quer moleza? Senta num pudim!
Quem está pensando em casar, case. Eu recomendo. Eu adoro! Mas vá com fé, com paciência e peça a Deus muita sabedoria. Pois a mulher* é tudo nessa relação e o papel dela nenhum homem por mais prendado que seja saberá realizar com a mesma precisão.
Pronto, falei!
E você meninos sejam companheiros e ajudem suas mulheres sempre.
E viva ao feminismo.
Bejoca!!!!!
*Eu digo a mulher mas sei que nas relações homossexuais tem também aqueles que são mais femininos quando o assunto é cuidar da casa e da harmonia do lar. Seja nas relações homossexuais entre meninas ou entre meninos.

15 comentários:

Su disse...
12 de maio de 2009 06:50

Falou e disse, Danii!!!^^
Bom, eu não sou mto fã de limpar casa, passar, lavar... não gosto mesmo, mas quando não tem jeito, lá estou brincando de "Alice"!
Bom, o que eu gosto é cozinha, então vou pra cozinha de bom humor!!! hehehehehehe...
BEijos, querida!!!

Du disse...
12 de maio de 2009 07:41

Bom, eu não sou muito feminista não, e queria mesmo é ser uma dondoca, ter empregadas e ser sustentada pelo marido! ahahahahahah

(desejo de quem sempre teve que fazer tudoooooooooo)

Beijão

Gisele Amaral disse...
12 de maio de 2009 19:53

Estou com a Du! Não tenho nada contra as dondocas, eu até queria ser uma delas! heheheh =) Seria ótimo!

Mas como temos que pegar no batente, que façamos direito, mas com direitos - inclusive o direito de ter um marido companheiro e que cozinhe muito bem!

Um beijo, chuchu!
=*

Dani M. disse...
13 de maio de 2009 04:33

Ai gente outro dia tava pensando isso: queria ser um dondoca, ter tudo nas mãos, só mandar e fazer compras", kkkkkkkkkkkkk...mas o meu feminismo ficou brigando comigo. Ele é terrível. mas eu mandava o feminismo pro espaço pra ter conforto, sombra e água fresca. hehehehe...

Cafeína disse...
13 de maio de 2009 10:40

ai nem fale, essa cultura que nós temos que fazer tudo é parte por culpa nossa tb.. pq queremos tudo do nosso jeito... moro há 3 anos com um gay e sim, eu sou a mulher da casa kkkkk..

Luana! disse...
13 de maio de 2009 19:44

Asahuhuashuahsuahsa

Genteim, eu confesso que eu morria de medo de ir à casa da Dani, se fosse pra comer. Hj, eu tenho medo de convidá-la para ir à minha casa e ela ficar dando palpite na comida que eu fizer pra ela. Sai pra lá!

E, afinal, nós mulheres somos cabras machos, sim sinhô!

Nina disse...
14 de maio de 2009 01:53

rsrsrs, ele fez o que as mulheres costumam fazer, ganhar vc pelo estomago, mas só que deu errado né?

Dani minha filha, esse homens sao uma coisa de louco! eles nao fazem nada em casa... o meu eu boto pra cozinhar todo fim de semana com os filhos, nao da ne? eu trabalho de segunda a sexta em casa, confesso com mt gosto, mas sabado, paro tudo! vai pra baixa da égua!

eu adoro cuidar da casa, mas, alguem tem que me ajudar pelo menos nos fins de semana...

vc tem que comecar a passar servicinhos basicos a ele, e qd ele fizer, elogie bastante, mesmo que tenha ficado meio mal feito, massagear o ego do marido as vezes, ajuda... ele vai querer repetir pra mulherzinha linda dele. As vezes, da certo.

à propósito,tua foto no perfil ta tao bonita...

Dani M. disse...
14 de maio de 2009 04:34

Essa luana é muito gaiata mesmo. Mas acho que o que ela falou foi um elogio neam?? kkkk...
Oi Nina!! Ótimas dicas. Patrick ja me ajuda bastante mas ajuda nunca é demais, hehehe...Quanto a foto eu tb gosto muito dela. Eu tava super animada nesse dia, kkkkk...
Beijos minhas meninas!!!

Dona Reis disse...
14 de maio de 2009 05:59

Menina, partilhamos da mesma história. Nao cozinho nada, não gostava de lavar roupa, muito menos banheiro (ainda nao gosto!). Mas penso que mesmo que encontre um homem prendado, nao poderei me valer desse 'detalhe', mas terei que agir também. Vamos ver no que dá!
Cheiro,nega!

Lígia disse...
14 de maio de 2009 08:48

ih é verdade. o mau é supercompanheiro: lava louça toda hora, faz umas comidinhas, lava roupa e até passa os aspirador na casa. mas eu ja me sinto meio dona da cozinha hehe e fico com ciume dele fazer o arroz de um jeito diferente do meu kkkk. viva o feminismo. mas também juro q nao me incomodaria em ser dondoca..ia ser um luxo!

bjs

Davi Arloy disse...
18 de maio de 2009 18:35

"Eu digo a mulher mas sei que nas relações homossexuais tem também aqueles que são mais femininos quando o assunto é cuidar da casa e da harmonia do lar."

HSAIUHSIAUHSIAUHSIAUS Morri de rir com "tem aqueles que são mais femininos" ai ai

ps: não, não sou homofóbico.

Amigao disse...
19 de maio de 2009 17:07

Que saudade do seu cantinho.
Saiba que o meu filho é um otimo cozinheiro e muito organizado.Já a moça, nem lavar a louça sabe...

O Profeta disse...
21 de maio de 2009 04:57

Este mistério da luz
Incessantes são as marés da vida
Este tempo que corre firme em frente
Não há lugar na lembrança para a partida

Porque da próxima vez
Quero ser palhaço e brincar com a dor
Aprisionar a tristeza em balões de cor
Soltar as cordas que prendem o amor

Uma esplendorosa quinta feira



Mágico beijo

Lígia disse...
21 de maio de 2009 15:58

Ei dani, to te convidando pra fazer um meme musical, se vc tiver a fim . é bem legal. as regras são 1- escolher um cantor(a) ou grupo; 2- a cada pergunta feita, terá que escolher um título de ou trecho de uma música e colocá-lo lá como resposta, 3-por último, repassar a 7 blogs. (qntos vcs quiser hehe).. eu fiz..olha no meu blog. é um bom exercicio.

bjs

Lígia

Thiago da Hora Souza disse...
23 de maio de 2009 01:03

Eu gosto de cuidar da casa. Tanto que pretendo muito em breve (gostaria que fosse ainda esse ano) de morar sozinho. Além da liberdade, que é o motivo mais óbvio, tem a parte em que você cresce muito mais como pessoa, criando novas prioridades, adquirindo novas qualidades e obtendo uma visão de mundo muito diferente do que tinha antes. Sim, eu vou amar ser "dono-de-casa". HAHAHAHA

Volver al inicio Volver arriba A Louca da Casa. Theme ligneous by pure-essence.net. Bloggerized by Chica Blogger.