Ufa, essa foi por pouco!

Olá queridos!!

Tá tudo muito bom, tá tudo muito bem, graças a Deus!!!

Acabei de chegar no trabalho. É que antes fui fazer uns exames de menina.
Sabe o que é? É que além de ser necessário mesmo, pois meninas sempre precisam de cuidados, eu estava suspeitando que pudesse ter um neném aqui dentro.

Por conta disso tava meio jujuru. Não que eu não queira ser mãe, é claro que eu quero. Mas não posso ser mãe agora. Como eu ia carregar eu e o neném? (eu já peso o bastante por dois sozinha) Que horas eu ia cuidar dele? Como eu poderia ser uma mãe atuante se ele provavelmente ia passar mais tempo com outras pessoas que comigo? E o pior, de onde ia tirar grana pra pagar plano de saúde, comprar fraldas, leite, roupas, remédios e toda a parafernália que acompanha os bebês??

Confesso que deu uma vontadezinha. Fiquei muito dividida entre o desejo de ter um filho e a consciência de que não tenho condições ainda de arcar com tamanha responsabilidade. Ainda mais com os apelos do marido, se achando o papai, todo carinhoso e cheio de planos. Mas ainda não é momento, nem pra nós, nem pro nosso bebê.

Eu quero ser uma mãe bem atenciosa, cuidadosa, disponível e que tenha algo a ensinar pra essa nova vida.

Acho que com a "não-chegada" do nosso filhote, Deus tá me dando uma chance de me preparar pra esse momento. Cuidar de mim, da minha saúde, perder peso, aprender a me alimentar melhor. Tenho também que ter mais estabilidade financeira.

Tenho pelo menos dois anos pra isso tudo. Num quero esperar muito não. Já me disseram que a gente nunca está totalmente preparado pra isso. O grande lance a gente só aprende na prática mesmo. Será?

Vô refletir sobre isso também e aceito dicas sobre o assunto.

Para as futuras tias, tenham paciência. Vai chegar o dia de poder "lamber" a minha cria com vcs!!

Bejocas!!!

17 comentários:

Luana! disse...
22 de julho de 2009 12:33

Ouxe!

Eu te entendo pacas, amiga. E vou esperar com calma a chegada da bernadetezinha. Hahahaha

Outro dia, os ralados conversavam exatamente sobre esse preparo para receber um novo mascote. Outro dia, me peguei fazendo os cálculos de qto eu preciso ganhar pra poder preparar desde o nascimento uma boa poupança pro meu filhote chegar aos seus 18 anos sem crise financeira. Hehe. Não quero criar uma paty ou um mauricinho para o mundo, mas quero q eles tenham de tudo, do bom e do melhor. São coisas que eu ainda não tenho...pq, carinho, amor e valores já podemos dar...mas não é a hora ainda.

Esse tranco foi pra vcs se alertarem do 'risco' que passam, se não se cuidarem direitinho. Vamos com calma, que é bem capaz dos mascotes nascerem tudo na mesma época e criarmos um novo clube do bolinha. Hehehe. Já pensou que legal levarmos nossos filhotes pra passear. Que fase mais manêra!!

Ai ai..nos preparemos!

Bjoooss

P.S.: o lance de emagrecer é sério? nada mais de sousa.

Amigao disse...
22 de julho de 2009 13:20

Falta um mês pra chegada do meu neto. hehehehe

Este negocio de planejar não existe. E quando chegar a hora vc vai saber sim como cuidar disso.É o chamado instinto materno.

Beijão do amigão

Albertinho disse...
22 de julho de 2009 13:40

Bernardete é ótimo , heheheh...

Calma Dani, acho sensato pensar dessa maneira. E depois penso que a coisa acontece quando tem que acontece mesmo nesse lance de filho. (papo de mila)

Minha grande realização já está projetada nas minhas crianças. Sei que nunca estarei preparado, mas preciso ter mesmo condições financeiras para cultura, viagens e a independência deles.

Sabe qual minha maior expectativa? o que eles me ensinarão!

E sabemos que vocês serão bons pais pra Bernardete, tu e Patrick.

bjão

Dani M. disse...
22 de julho de 2009 13:59

kkkkkkkkkkkk...ai gente, já batizaram a menina de bernadete é? que audácia.
No final das contas concordo com amigão que diz que esse negócio de planejar num existe, que deve ser legal é a supresa mesmo, mas deixa eu acreditar nisso um pouquinho mais.
Ai amiga Lu, vai ser lindo passear com nossos beibis!!!
Nós e a penca de albertinho: Gal, Bethânea, Antônio, Caetano, Gil e... acho que falta um, num lembro agora.
Enfim, vo amar.

Amigao disse...
22 de julho de 2009 19:41

Falar em nomes,há muito tempo eu postei que se eu tivesse três filhos eles se chamariam: Óregano, Rubeóla e Axila.
Eu adoro o som dessas palavras.

Beijão do amigão!

Dani M. disse...
23 de julho de 2009 04:26

kkkkkkkkkkkk...tadinhos deles Amigão!! Não faz isso, eles vão te odiar depois. Com a Ana Carolina vc foi tão bonzinho, pq temq eu detonar seus prórpios filhos assim? kkkkkkk

Su disse...
23 de julho de 2009 04:41

Eu recebi a mensagem sim!! :D
Poxa, eu vou ter que esperar mais, né?!! rsrs...
Danica, mas é como vc tinha dito, o que tem que ser vai ser... kkkkk

Beijos, te adoooro!!
Bom diiia

Nina disse...
23 de julho de 2009 05:16

Oi Dani,

nossa, que susto bom hein?? te fez pensar num monte de coisas sérias... olha, ter nenen é algo realmente MUITO sério! É responsabilidade pra toda a vida e vc nunca pode dizer "ahh to indo ali e ja volto e enquanto isso, vc vai dando uma sumidinha basica viu bebe??" nao rola, vc tem que ta 24 hs por dia ligada. E isso é pra vida toda, quer dizer, mt gente pensa que o mais dificil sao os primeiros anos, ledo engano, o crescimento e todo o processo requer de vc tudo o que vc pode dar, e isso, só tem os filhos que tem bons pais. Nessa hora, dani, nao importa mt se vc tem ou nao grana, o que importa é a sua disponibilidade pra ser essa mae presente e cheia de amor de responabilidade que seu filho merece, precisa e que vc parece ter vontade de ser. O resto vem com o tempo.

gostei tm do teu comentario la no blog, de vc pensar que deveria fazer algo a mais pelos outros, ja pensou em conciliar o trabalho que vc tem com algum outro, algo como trabalho voluntario ou algo assim?? ajuda mt a gente a descobrir onde estao nossas maiores vocacoes.

Um beijo Dan

Polyana Amorim disse...
23 de julho de 2009 05:25

acho que eu sou a única do grupo que não sonha com filhos. mas desejo toda sorte do mundo pra quem quiser tê-los. Dani, tu e Patrick serão ótimos pais. POde sair uma pequena cantora ou um garotinho blackmetal. OU então, uma menininha blackmetal e um moleque que goste de violão e Zeca Baleiro.

Já pensou?!

rs

xeru.

Dani M. disse...
23 de julho de 2009 06:30

Suzinha, vai esperar só um pouquinho mais tá? É o tempo que tu organiza tua vinda aqui no Maranhão.
Beijos minha linda!!

Eita Nina, vc como mãezona que é disse direitinho tudo o que penso sobre a materninade. Acompanhei o nascimento de vários bebês-primos e já vi a labuta das minhas tias. E o exemplos das minhas mães? Esse lance de ter filho é pra gente doida. Por isso vo ter os meus um dia, já sou louquinha mesmo, kkkk...
E Pops, tu acha que já num pensei nisso? Em ter um molecote que curta violão e toque pra gente cantar junto? E de patrick querer sempre acompanhar nossa filha nos shows de metal? Ah gente sonha demais com isso, hahahaha...
Beijos

Dona Reis disse...
23 de julho de 2009 10:40

Ninguém tem mais vontade de ter um filhote que eu, mas bem sei como é complicado quando não temos condições para isso em 'n' sentidos.
Minha Bárbara ainda esperará (será???) para nascer, mas penso que quando vier será muito amada!
CHeiro gd
saudades de ti,moça!

Evy disse...
25 de julho de 2009 07:51

hahaha
Não chegada foi ooooooooootimo...
Eu não rpetendo ter filhos...
Tenho 3 malas sem alça de sobrinhos pentelhos que moram comigo q já valem como se fossem os tais...
Se a necessidade de ter engordado pra krak, ficado feiosa, e depois ainda ter q amamentar...
Fora que quando estão sujos, procurem a mamãe vai...hehe

Adorei o post...rs

Beijo

anne glauce disse...
26 de julho de 2009 10:42

minina,

ser mãe é pa quem pensa muito...ou pra quem pensa nada, como foi meu caso...tenho duas meninas que são minha vida! e não pense você que vai ensinar ao rebento algo, ledo engano, eles é que te puxam pelo braço, eles é que te conduzem e que traduzem o caminho! no mais fica a máxima: filhos melhor não tê-los, mas se não têlos como sabê-los?
bjs da quase tia anne

Dani M. disse...
27 de julho de 2009 04:53

Ô Mila, tu vai ser bem mãezona mesmo, tenho certeza!!! Já é meio mãezona de nós seus amigos, imagina dos filhotes hein??? Quero poder acompanhar de perto tudo isso.
Beijos nega linda!!!

Ai Evy, kkkk... seus sobrinhos devem ser uma coisa pra te deixar com essa vontade tão grande de não ser mãe, hehehehe...mas se você acha que esse é o melhor, mantenha-se firme na sua decisão porque não tem coisa pior do qeu colocar gente no mundo rpa depois não dar a atenção qeu elas merecem.
Brigada pela visita querida. Apareça mais vezes!!!

Annika amiga do meu coração, você disse que não pensou e eu já conheço essa história mais suas filhas são duas pérolas, brilhantes e delicadas mas fortes. E tia Dani adora elas, hehehehe...
Beijossss

zema ribeiro disse...
27 de julho de 2009 07:39

"na prática a teoria é outra". assim é também com bebês. não faço planos. quando vier, bem vindo/a! abração!

Rafa @guapinharj disse...
4 de agosto de 2009 08:39

Dani!!!!!!!!!tudo bom querida?!

olha você que é casadinha e quer se estabilizar primeiro, imagine eu que não pretendo me casar e quero ter um filhote?!

Nao me vejo casada[mas papi do céu quer], mas o meu garnde sonh é ser mãe de um picorrucho gorduchinho!!!

Mas as responsabilidades são enormes. Tenho uma irmazinha de 9 aninhos e que ajudei e ajudo minha mãe a educá-la, dá um trabalho enorme! Sei que é prazeroso chegar do trabalho e aquela coisa dizer "-Rafa eu amo você do tamanho do mundo!"....mas os gastos são enormes e o tempo para dar atenção e os cuidados necessários são poucos...bem curtos.....então ainda estou com 22 anos, tenho muito para planejar ainda....e curtir....vai que apareça um sapo q eu faça virar príncipe e teremos um reino encantado?! rsrs

beijocas da Guapa

Nina Fiuza disse...
12 de agosto de 2009 05:53

Bom, eu tive uma gravidez escapulida, como diria o pediatra da minha filha que já vai fazer 5 anos. Na época eu estava completamente despreparada para ter um filho, ainda mais sozinha. Mas tive, cresci, sou a pessoa mais feliz e abençoada do mundo. Tátudo lá no meu blog... Mãe-Solteira Recém-Casada. Passa lá que vc vai gostar.
Não tô dizendo q vc deve ter filho agora. Planeje sim, assim como eu tb estou planejando muito bem o meu segundo. Apenas lembre que mesmo o filho mais planejado causa um pouco de medo, e acredite: você é muito mais capaz do que vc imagina. =)

Volver al inicio Volver arriba A Louca da Casa. Theme ligneous by pure-essence.net. Bloggerized by Chica Blogger.