Água que te quero água!!

Alguém já parou pra pensar o quando falta de água é terrível?
Quem mora em São Luís sabe que a falta de água é uma coisa quase que natural, eu diria cotidiana.

Em alguns bairros da cidade existe um tipo de revezamento. Tem água num dia, no outro não tem. E assim muita gente vive muito bem.

Eu nunca me acostumei com isso. Eu sou uma pessoa movida por água. Bebo muita água (menos do que eu gostaria), se der tempo tomo horrores de banhos, adoro lavar as mãos ( não é toc não tá?!), adoro molhar a nuca com água nas horas de muito calor. Então quando não tem água parece que fica tudo ruim, escuro, sujo, péssimo.

E foi assim que ficou minha noite de terça-feira, quando cheguei em casa, depois de um dia de trabalho, e de 1h viajando de ônibus percebi que não tinha água pra nada ( nem pro banho, nem pra lavar a louça e nem pra beber).

Quando cheguei ansiosa por um banho, abri a torneira do chuveiro percebi que a bendita da água não estava lá. Já fiquei contrariada, mas tudo bem, decidi esperar um pouco. Liguei a TV, fui arrumar umas coisas no quarto e depois de um tempinho fiz uma nova tentativa. E nada da água.

E assim ficou a noite inteira. Eu fiquei super-mal-humorada!
A louça tava suja. Não tinha como lavar. As garrafas de água estavam vazias na geladeira. Só tinha uma garrafa no congelador e portanto só tinha água congelada.

Pior que como nunca falta água lá, não tenho nenhuma reserva. Sempre vi minha mãe aparando água nos baldes para se precaver caso faltasse. E eu não faço nada disso.

O jeito foi me recolher a minha insignificância, pegar um copinho d'água, molhar um paninho e tirar o grosso da sujeira do corpo. Uma tristeza gente.

E teve mais. No dia seguinte, acordei super cedo, corri para o banheiro e novamente mais uma vez, nada de água. Aí colega, sabe o que eu fiz: "Paiiiiiii, vem me buscar, num tem água aqui!!!", isso quase chorando. E ele: "Se arruma que eu tô chegando".


Meu herói!!!! Me salvou da angústia e da sujeira.


A água é uma dessas coisas simples da vida capazes de deixar a gente muito, muito feliz. Eu fico! Um banho revigora, lava a alma. Tomar um copo d'água dá uma satisfação enorme. E todos os dias eu agradeço por isso.

Aproveitem esse bem precioso enquanto a gente tem e vamo economizar para ter sempre.

Bejocassssss com cheirinho de sabonete!!!


Bejocas!!!

11 comentários:

Su disse...
2 de julho de 2009 05:38

Ain, Danica nem me fale em falta de água é horrreendo demais!!
Ainda bem que onde eu moro não sofremos com isso porque não é pela EMBASA (empresa de água e saneamento dq da bahia), é poço. Então é muito raro faltar água no condomínio, acho que desde q moro aqui (3 anos) nunca faltou água. Mas pela EMBASA puta que pariu, Porto Seguro sofre na época de alta temporada.
Ficar sem água é um saco. Água é tuuudo!!!
Beijos com cheirinho de sabonte tbm!!
rs

Dona Reis disse...
2 de julho de 2009 12:54

kkkkk
Dani, do jeito que vc contou, ficou divertido...rsrs....desculpa,amiga! (rsrs)
Eu, em casa (a verdadeira) não tenho mto desses problemas, porque é poço artesiano. Só falta água qdo n tem luz e a caixa nao está cheia...hehehe
cheiro,lindona!
saudades

meus instantes e momentos disse...
3 de julho de 2009 02:50

passando para te desejar um ótimo final de semana..
Ótimo post. Muito bom.
Maurizio

Dani M. disse...
3 de julho de 2009 03:55

Ai gente, agora é engraçado mesmo, mas foi triste. Lá acho que tb é poço mas nesse dia deu defeito na bomba, um negócio assim, aí so foram arrumar na quarta à tarde. nem fui trabalhar nesse dia. Foi um transtorno.Aff...

Nina disse...
3 de julho de 2009 06:12

Nossa Dani, e como faz falta! Vc falando assim me lembrou foi o tempo lá em manaus, qd tinha essas faltas d'agua. pensando bem isso parece loucurua ne?? a gente no norte tendo falta d'água...

bendito seja Deus!
e o que é pior, né?, se a gente nao cuidar, vai ter um dia que o negocio vai ficar pior do que ja está :(

eu hein!

Albertinho disse...
3 de julho de 2009 08:37

E como é que falta água num condomínio? não tem uma caixa d'água enorme exclusiva aos condôminos?
que absurdo!
Onde tu vai providenciar uma cisterna?
:P

Márcia disse...
3 de julho de 2009 13:15

Dani,
Ta aí um tema que entra direto na minha pauta: o valor da água. Conclusão: não tem preço...
Como você mencionou, um banho quentinho revigora a alma, um copo d'água traz um conforto absurdo ao corpo e por aí vai...
Sinto muito por haver racionamentos na sua cidade, mas de acordo com várias previsões científicas, esta realidade tenderá a se extender por muitos países e municípios. E vocês que já convivem com isto estarão mais adaptados. Muy triste mas bem real...
E tratemos de cuidar deste bem tão precioso!
Super beijo

Tássia disse...
4 de julho de 2009 06:30

É uó!Comentei no post anterior, passa lá e lê!
Beijunda.

Amynon disse...
6 de julho de 2009 01:00

Realmente aqui quando falta é um suplicio só. Se bem que o rio fica perto daqui mas a idéia de carregar latas de água não me agrada nem um pouco. Graças a Deus inventaram a caixa d'água rsrsrsrrsrsr
Um abraço !

Du disse...
6 de julho de 2009 09:59

Nossa, fiquei aqui imaginando todo esse horror que você passou sem água, credoooooo!!!
Vê se agora a senhora deixa uns baldinhos de reserva, né? rsrsrs

"A água é uma dessas coisas simples da vida capazes de deixar a gente muito, muito feliz. Eu fico!" Adorei essa frase!


Beijão, querida!

Rafael Carvalhêdo disse...
6 de julho de 2009 11:36

Oi, Dani!
Voltei!!!
Cara, quando eu morava no Cohatrac faltava muita agua. La era triste tambem, dia sim dia nao. Mas a sorte da gente por la era que a minha vizinha possuia um poço na casa dela. Chiquerrima!
Pow, amo banho tambem, mas bebo muito pouca agua.
Bjao

O meu blog voltou, hein!

Volver al inicio Volver arriba A Louca da Casa. Theme ligneous by pure-essence.net. Bloggerized by Chica Blogger.